© 2019 Onmental Espaço Terapêutico. Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Bey Agência na plataforma WIX.com

Distúrbios do Sono - Insônia

July 18, 2017

 

 A insônia é o transtorno do sono mais frequente na população. Ela pode ocorrer em diversas faixas etárias, e pode ser isolada ou comórbida; cabe ao profissional de saúde investigar e estabelecer o manejo adequado.

A sintomatologia consiste em: Queixas de insatisfação predominante com a quantidade ou a qualidade do sono. Dificuldade para iniciar o sono e/ou Dificuldade para manter o sono, que se caracteriza por despertares frequente, ou por problemas para retornar ao sono depois de cada despertar.

 

Despertar antes do horário habitual com incapacidade de retornar ao sono.

Tais perturbações causam sofrimento clinicamente significativo e prejuízos no funcionamento cognitivo, como sonolência, déficit de memória e déficit de atenção.

O tratamento está presente na prática clínica do psiquiatra, neurologista e medicina do sono e a psicologia. Pois, a psicoterapia e associada à medicação, podem ser recomendados no manejo da insônia. Tais abordagens têm sido estudadas quanto à sua eficácia e efetividade

 

Em especial, a terapia cognitivo-comportamental para insônia, esta obteve eficácia demonstrada em diferentes estudos, sendo a intervenção mais recomendada para indivíduos com insônia.

Entre os benefícios da intervenção psicoterápica, está a mais fácil interrupção do uso crônico de medicamento em indivíduos que a usavam diariamente para induzir o sono. Na terapia cognitivo-comportamental, serão abordadas as diferentes estratégias comportamentais, como o controle de estímulos, higiene do sono, técnicas de relaxamento e difusão cognitiva. Considerando que determinados indivíduos com insônia podem apresentar excessiva preocupação e dificuldade na resolução de problemas.

 

Apesar das características biológicas da insônia, a medicação é utilizada sempre com o viés temporário e reservado a casos específicos. Pois, não existe medicação que imite o sono fisiológico. E, mesmo o medicamento fazendo parte do tratamento, não é recomendável que o uso se prolongue por muitos meses ou anos.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Curta Este Post
Please reload

Posts Em Destaque

Life Coaching: transformando vidas!

May 30, 2017

1/1
Please reload

Posts Recentes